Sião
vaidade
Vaidade
agosto 25, 2023
portas
Portas
agosto 30, 2023

Sião

Sião

Nota do Editor: Este é o décimo primeiro de 19 capítulos da série da revista Tabletalk: Palavras e frases bíblicas mal compreendidas.

Imagine o júbilo em uma capital depois que um bom rei subjugou uma rebelião e você terá uma imagem do que Sião representa nas Escrituras. O termo Sião refere-se principalmente ao monte sobre o qual o templo foi construído em Jerusalém. Mas conforme as Escrituras se revelam, passa a simbolizar a vitória de Deus sobre Seus inimigos e muito mais.

UMA SIÃO SOMBRIA

A história de Sião começa com a escolha do Senhor: “O Senhor escolheu Sião; preferiu-a por sua morada” (Sl 132:13). Mas para habitar ali e estabelecer Seu reinado, o Senhor primeiro precisava derrotar os inimigos que se opunham a Ele e ocupavam Seu monte. Estes são os cananeus, especificamente os jebuseus. Com a ajuda de Deus, David derrotou esta última resistência dos inimigos de Deus (2 Sm 5:7; veja Js 15:63).

Tendo subjugado Seus inimigos, Deus estabelece Sua cidade. Ele faz Salomão construir o templo no meio da nova cidade. O clímax ocorre quando Salomão move a arca de Sião (a antiga cidade jebusita) para a nova Sião (o monte do templo; ver 1 Rs 8:1). Deus coroa esses trabalhos com Sua glória que desce para encher o templo (1 Rs 8:11). Ele é o fundador e consumador de Sião (Is 14:32).

O Salmo 132 celebra esses eventos como a entronização do Senhor como Rei na terra. Claro, Deus sempre reinou como o Criador. Mas agora o Senhor é reconhecido publicamente como o legítimo Rei de toda a terra.

Então, quando pensar em Sião, pense: o Senhor reina. Em Sião, o Senhor está entronizado como o Rei Supremo (Sl 9:11; Is 24:23). Em Sião, o Senhor estabeleceu Davi como Seu rei vassalo, que reina em Seu nome (Sl 2:6; 110:2). Independentemente da elevação literal, Sião é o mais alto dos montes da terra (Sl 48:2; veja Is 2:2), pois dali o Senhor é elevado acima de todos os povos (Sl 99:2).

No centro do mundo está Sião, onde o Senhor, o Rei de todos, exerce Seu governo. De Sião vêm os resgates reais do Senhor (Sl 14:7). A Sião vem todo o povo do Senhor para adorá-lo e oferecer-lhe sua fidelidade (Sl 65:1; 84:7). Sião é o lugar onde vemos como em nenhum outro lugar a glória do reino de Deus: é um novo Éden, o lugar mais bonito da terra (Sl 50:2). O povo de Deus a ama tanto que gostaria de viver lá o tempo todo (Sl 84:2-4).

Assim, Sião representa Deus de uma forma que nenhum outro lugar representa. Seu nome habita ali (Is 18:7). Ver a glória de Sião é ver a glória do Senhor (Sl 27:4). Desprezar Sião é desprezar o próprio Senhor (Is 37:22-23). E como o reino de Deus irradia de Jerusalém, também o nome Sião, em círculos concêntricos. Sião refere-se regularmente não apenas ao monte do templo, mas a Jerusalém em sua totalidade (Is 40:9), que às vezes é chamada de “filha de Sião” (Mq 4:10). Sião também pode se referir a todo o povo de Israel (Is 51:16).

Visto que Sião simboliza o reino invencível do Senhor sobre o mundo, é surpreendente que Sião caia nas mãos das nações. Como pode o templo, o próprio trono de Deus, jazer em cinzas (Mq 3:12; ver Sl 125:1)? A resposta é que o próprio Deus abandonou Seu trono por causa da rebelião de Seu povo contra Sua realeza (Jr 7:13-14).

SIÃO FINAL

E ainda, mesmo depois de sua destruição, Sião continua herdeira de promessas surpreendentes. Os profetas prometem que Deus reinará novamente em Sião em glória ainda maior (Is 4:3-5; 51:11). Mas quando o Senhor retornar na pessoa de Jesus Cristo, Ele virá para reinar não desde um templo na terra, mas desde um templo celestial na Sião celestial (Hb 12:22; 1 Pe 2:6). A sombria Sião era uma cópia desta última Sião o tempo todo. Pense em quão gloriosa foi a primeira Sião e agora perceba quão gloriosa é esta Sião final após a vitória consumada de Jesus. Você e eu somos cidadãos desta Sião celestial. E um dia, este monte virá para preencher toda a nova criação.

Este artigo foi publicado originalmente na Tabletalk Magazine.

Matthew H. Patton
Matthew H. Patton
O Dr. Matthew H. Patton é pastor da Covenant Presbyterian Church em Vandalia, Ohio.